quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Agricultura biodinâmica: Vai chover?

São muitas as teorias, as advinhações ou professias nordestinas relacionadas à chuva aqui no nosso sertão. Sinais de que vai chover podem ser identificados de diversas maneiras. A posição da boca do ninho do joão de barro, o florescimento dos ipês, da aroeira, da pitombeira, do cajueiro, da mangueira e principalmente do juazeiro, pois diz a crença que essta árvore só floresce e frutifica no período próximo às chuvas, dizem que seus frutos só caem na lama.
A famosa barra do ano, que todo fim de ano as famílias, que entendem de tradição regional, aguardam ansiosas pela tal barra para daí se tirar as conclusões a respeito das chuvas do ano seguinte; os animais também são importantes aliados do homem do campo quando se trata de previsão dos vários fenômenos naturais. Os elefantes por exemplo, são capazes de prever terremotos.
Aqui no nordeste são as formigas que entram em cena. Qunado elas começam a aparecer dentro de residências, carregando o seu favo (favo na verdade é o fungo que as alimentam), é sinal de que as chuvas estão se aproximando.
Esses conhecimentos e outros como por exemplo as fases da lua, são largamente utilizados pela que chamamos de agricultura biodinamica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vídeos

Loading...